O seu carrinho

Your cart is currently empty!

Continue shopping

Cart total : €0,00


3 podas: um vinho solidário com origem humorística

Nov 29 , 2016

3 podas: um vinho solidário com origem humorística

António Raminhos, Pedro Fernandes e Luís Filipe Borges: os três humoristas lançaram esta segunda-feira, no Palco do Teatro Armando Cortês, o 3 Podas, um vinho tinto solidário. Os humoristas não vão lucrar um cêntimo com esta produção, sendo que por cada garrafa vendida, um euro reverte a favor da Casa do Artista.

A ideia de criar este vinho solidário surgiu há mais de um ano, quando Luís Vieira, administrador da Quinta do Gradil e amigo dos três humoristas, depois de vários almoços com os três, os desafiou a criar um vinho. Algo que não é uma ideia inédita e que faz parte da iniciativa "Amigos da Quinta do Gradil" que junta figuras conhecidas para a criação de uma garrafa especial.

Assim nasceu a ideia de criar este vinho e durante mais de um ano os três humoristas puderam participar em todo o processo de criação, desde a vindima à vinificação, testar aromas, escolher castas e pisar uvas, contando com a ajuda da enóloga Vera Moreira. Para Borges, a parte mais engraçada foi a escolha das castas: "Decidimos pelas três castas que são Tannat, petit verdot e syrah. Nessa altura ficámos logo com uma primeira sensação do que é que o vinho poderia ser" explica o humorista em declarações ao Fama ao minuto.

Já António Raminhos não deixa o sentido de humor de lado, nem para explicar que tipo de vinho é o 3 Podas: "É um vinho com um travo mais de madeira, portanto, dá ideia que mesmo sendo um vinho novo, já não é assim tão novo. É um bocadinho como nós. Damos a ideia que somos novos mas já não somos assim tão novos".

No entanto, o grande responsável pelo nome 3 Podas para este vinho foi Pedro Fernandes que se mostra contente com o feedback recebido das pessoas e “entendidos” que têm provado o vinho. Como se pode ler no rótulo da garrafa este é um "vinho que sabe mesmo a vinho e que não tem cá aromas caprichados a trufas e a frutos do bosque e que, se você souber abrir uma garrafa como deve ser, nem sequer vai saber a rolha".

Apesar de este ser à partida um vinho para todas as ocasiões, Borges espera vê-lo mais em “jantares de amigos e celebrações” e não tanto “em eventos de empresas e almoços chatos”.

Casa do Artista fica a ganhar

Este vinho está longe de ser para os três humoristas, um projecto comercial e com objectivos financeiros, visto que nenhum deles irá lucrar com a produção das cinco mil garrafas '3 Podas'. Os lucros dos vinhos revertem para uma causa maior: por cada garrafa vendida, um euro é dado à Casa do Artista. Algo que com muito humor à mistura, Borges considera ser uma decisão natural: "é um lugar onde muito provavelmente um dia iremos parar. Esta é a nossa forma de fazer uma pré-reserva de um quarto".

Este vinho está à venda no continente e na loja da Quinta do Gradil, no Cadaval, a um preço de 6,99€ por unidade.

Loading
Thank you for signing up!
English
English