O seu carrinho

Your cart is currently empty!

Continue shopping

Cart total : €0,00


Parker abandona primeurs e nomeia substituto

Mar 02 , 2015

Parker abandona primeurs e nomeia substituto

Numa conferência de imprensa em Londres, Parker anunciou que a responsabilidade da prova e pontuação dos vinhos bordaleses ainda em barrica – En Primeur – passam Para Neal Martin, um dos membros da equipa Wine Advocate. O advogado de Maryland continuará a avaliar os grandes néctares de Bordéus mas já engarrafados, ou seja, revisitando colheitas passadas.

“Para mim, é a altura perfeita para entregar essa responsabilidade. Quando contratei Neal Martin era esse o plano, um dia afastar-me das provas En Primeur – não completamente dos bordaleses pois continuarei a provar vinhos engarrafados. Adoro estes vinhos” afirma Robert Parker, que irá a Bordéus provar os 2012 já em garrafa e fazer uma retrospetiva da colheita de 2005.

Na sua página online “eRobertParker”, o crítico escreve também “tal como tínhamos planeado para este ano, Neal tratará de provar as amostras de 2014”, deixando claro que este passo estaria previsto desde a venda e consequentes alterações editoriais na Wine Advocate. Evolução que parece vir de encontro aos receios de muitos sobre o futuro, a prazo, da publicação que faz e desfaz preços no mercado internacional. Parker assegurava a cobertura de cada nova colheita em Bordéus desde 1978!

O próprio reconhece que a Wine Advocate deve a sua fama à região gaulesa e será importante manter esse trunfo, sem paralelo em termos de crítica de vinhos. “Tenho absoluta confiança na independência, integridade e capacidade de Neal Martin para a função”, garante Parker sobre o provador que se juntou à equipa da Wine Advocate em 2006.

Neal Martin foi um blogger de vinhos da primeira geração, o seu site (wine-journal.com) chegou a reunir 100 mil assinantes, cobrindo regularmente os Primeurs bordaleses. Publicou também um livro sobre a região do Pomerol. Quando se juntou à Wine Advocate, Martin passou a viajar com Parker para Bordéus, na altura dos Primeurs, inicialmente para cobrir os vinhos doces de Sauternes e Barsac. Mais recentemente começou também a provar rótulos da Borgonha, Oregon e África do Sul.
Mas apesar de toda essa experiência, crescem nos bastidores da cena internacional as dúvidas sobre o efeito de mais esta alteração na prestigiada Wine Advocate. Dito de outra forma, até que ponto a ausência de Parker afetará, ou não os preços, como acontecia desde 1978; ou terão as notas de Martin o mesmo efeito nas cotações dos grandes vinhos de Bordéus? A colheita de 2014 dará as primeiras resposta e essa é uma reflexão que não deixaremos de fazer aqui, quanto antes.

Loading
Thank you for signing up!
English
English