Arquivo Mensal: Mai 2015

  1. O alvarinho quando nasce já é para todos.

    O alvarinho quando nasce já é para todos.

    Através da portaria publicada, no passado dia 26 de Maio, em Diário da República, foi resolvida a polémica sobre a possibilidade de os vinhos de Monção e Melgaço poderem usar a menção “Alvarinho” na sua rotulagem, independentemente de serem ou não da Denominação de Origem “Vinho Verde”.

  2. Crónica do narigudo

    Crónica do narigudo

    A prestigiada revista americana Wine Spectator publicou recentemente um artigo, descrevendo um teste no qual fora proposto a três prestigiados enólogos americanos que elaborassem um vinho da casta Pinot Noir, em três regiões completamente distintas.

  3. 70 produtores no festival do douro superior

    70 produtores no festival do douro superior

    A 4.ª edição do ‘Festival do Vinho do Douro Superior’ decorre nos próximos dias 22, 23 e 24 de Maio. Esta iniciativa, organizada pela Câmara Municipal de Vila Nova de Foz Côa, visa divulgar esta sub-região como produtora de vinhos de elevada qualidade e com identidade e carácter únicos.

  4. Novo decreto lei sobre direitos de plantação

    Novo decreto lei sobre direitos de plantação

    O novo regime de autorizações para plantações de vinhas em Portugal será objecto de um decreto lei que está prestes a ser assinado pelo Presidente da República, para entrar em vigor a partir de 1 de Janeiro de 2016.

  5. International wine challenge 2015

    International wine challenge 2015

    Portugal obteve 617 medalhas na edição deste ano do mais prestigiado concurso internacional – o International Wine Challenge,

  6. Quando a melhor tática é o… vinho!

    Quando a melhor tática é o… vinho!

    O holandês Van Gaal elogiou o papel do seu guarda-redes na suada vitória do Manchester United sobre o modesto Crystal Palace (1-2). Mas os papéis do técnico para o jogo, revelam outros detalhes táticos...

  7. Porto ferreira de 1815 bate recorde!

    Porto ferreira de 1815 bate recorde!

    Em plena Torre de Londres e após dois breves minutos de licitações, entre armaduras e jóias da coroa britânica, o quinto a levantar a raquete ouviu o ansiado “1, 2… 3, vendido” após um lance de 5 mil libras (6800 mil euros).