Calda Bordaleza tinto 2010

Campolargo dá nome a um projecto familiar, que é atualmente indissociável da história da região da Bairrada, sobretudo pela sua inovação e inconformidade com que sempre se caracterizaram os seus produtos de elevadíssima qualidade. 

Calda Bordaleza tinto 2010

24,50 €

Portes grátis para Portugal e Espanha continentais, em compras superiores a 50€.

Campolargo dá nome a um projecto familiar, que é atualmente indissociável da história da região da Bairrada, sobretudo pela sua inovação e inconformidade com que sempre se caracterizaram os seus produtos de elevadíssima qualidade.  
As vinhas agrupam-se em duas propriedades: Quinta de S. Mateus, com 110 hectares, na freguesia de S. Lourenço do Bairro e Quinta de Vale de Azar, com 60 hectares, na freguesia de Arcos. Nesta última os terrenos são predominantemente, argilo-arenosos, com pequenas zonas de calcário. A exposição é, na maior parte, a sul e a poente. O encepamento consiste maioritariamente em parcelas de Baga, Touriga Nacional, Tinta Barroca, Pinot Noir, Trincadeira da Bairrada ( vulgo “Periquita”) e Cabernet Sauvignon, no que se refere às tintas e Bical, Arinto, Cerceal e Verdelho, no que diz respeito a brancas. 
Foi em meados dos anos noventa, pela mão de Carlos Campolargo, que o projecto se iniciou na vinificação das castas replantadas a partir dos finais dos anos setenta, nas vinhas de que são proprietários, na zona de Mogofores. Algumas das castas que entraram nessa replantação foram cultivadas pela primeira vez na região, entre as quais as famosas Cabernet Sauvignon e Petit Verdot. Os primeiros vinhos da marca Campolargo foram os da colheita de 2000, tendo nos mesmos assumido predominância, para além da Baga, essas mesmas castas de cariz mais internacional.

Especificações

Mais Informações
Tipo Tinto
Capacidade 750ml
País Portugal
Região Bairrada
Produtor Campolargo
Colheita 2010
Teor Alcoólico 14.5%
Castas 80% Cabernet Sauvignon | 15% Petit Verdot | 5% Merlot
Produção 5.980 garrafas 75cl e 135 garrafas 1.5l
Estágio Estágio durante 36 meses, em barricas parcialmente novas de Carvalho Francês.
Enólogo Carlos Campolargo
Combinações Bom companheiro para carnes de caça.
Visual Rubi escuro
Boca Paladar vivo, rico nos frutos vermelhos, nos apimentados, sedutor na textura sedosa. Final de Prova: longo com muito boa ligação entre o Cabernet Sauvignon e o Merlot e a alegria conferida pelo Petit Verdot.
Vinificação Desengace total e fermentação separada em pequenos lagares, com pisa mecânica. Maloláctica em madeira parcialmente nova.
Nariz Aroma denso, químico e quente.

Escreva o seu comentário

Está a avaliar:Calda Bordaleza tinto 2010
Sua Avaliação
Nome
Resumo
Avaliação