Quinta da Ponte Pedrinha Vinhas Velhas 2007

A Quinta da Ponte Pedrinha pertence desde o séc. XVIII à mesma família (sendo actualmente sua proprietária a Senhora D. Maria de Lourdes Mendes Oliva Nunes Osório) e tem actualmente 50 hectares de vinhas em solos graníticos. As vinhas são constituídas por 7 hectares de vinhas velhas com mais de 45 anos de idade e os restantes 43 hectares de vinhas replantadas. 

Quinta da Ponte Pedrinha Vinhas Velhas 2007 Por 17€

17,00 €

Portes grátis para Portugal e Espanha continentais, em compras superiores a 50€.

A quinta situa-se no Dão, na sub-região da Serra da Estrela, região montanhosa, mas a sua vinha é plana. Sendo a altitude na zona sul menos elevada, o clima sofre ali simultaneamente a influência do atlântico e do interior, ocasionando invernos frios e chuvosos e Verões são quentes e secos. 

As vinhas são constituídas por uma grande diversidade de castas, entre as quais a Touriga Nacional, Alfrocheiro, Jaen e Tinta Roriz (nas variedades tintas) e o Encruzado, Bical, Cercial, Malvasia Fina e Verdelho (nas variedades brancas). Os vinhos da Quinta da Ponte Pedrinha, no que se refere aos brancos, são na generalidade bastante aromáticos, frutados e equilibrados, enquanto os tintos são bem encorpados, aromáticos, ganhando bastante complexidade após envelhecimento em garrafa.

A filha da actual proprietária Patricia Osório Freire de Carvalho é também a enóloga que assina um conjunto de vinhos já da sua autoria e que exprimem plenamente o carácter do Dão e das castas tradicionais da região. 

Este Quinta da Ponte Pedrinha Vinhas Velhas 2007 foi vindimado manualmente para caixas de 20 kg, unicamente dass vinhas com mais de 45 anos de idade, as quais não se sabe ao certo o encepamento, mas onde é certo encontrar-se uma predominância da Touriga Nacional.

O mosto foi fermentado em cubas de inox com temperatura controlada, seguindo‐se uma longuíssima maceração pós fermentativa, consistindo numa extracção prolongada a partir das massas, após a qual se deu um estágio em barricas novas e usadas.

No nariz, encontramos uma grande complexidade de aromas, mineralidade, notas florais e ainda cacau. Na boca sobressai fundamentalmente a sua complexidade balsâmica, com muitas notas de especiarias e chocolate amargo (preto), sendo uma das suas principais características o seu gosto infindável, que parece que nunca irá acabar. É um vinho que possui o melhor do carácter e da personalidade dos grandes e tradicionais vinhos do Dão (já há poucos) e uma profundidade única. Está neste momento na altura ideal para consumo mas ainda tem longos anos de vida.


Acompanha bem um cabrito assado em forno de lenha.

Especificações

Mais Informações
Tipo Tinto
Capacidade 750ml
País Portugal
Região Dão
Produtor Quinta da Ponte Pedrinha
Colheita 2007
Teor Alcoólico 14%
Acidez 5.5
Castas Castas típicas de vinhas velhas com mais de 45 anos idade.
Estágio O estágio foi feito também em cubas de inox.
Enólogo Catarina Simões
Vinificação Fermentado em cubas de inox com temperatura controlada seguindo-­‐se uma longa pós fermentação

Escreva o seu comentário

Está a avaliar:Quinta da Ponte Pedrinha Vinhas Velhas 2007
Sua Avaliação
Nome
Resumo
Avaliação