-20% OFF

Ultreia 2008

Classificação:
80% of 100
O nome do vinho é galego, o enólogo é galego, mas o vinho é profundamente duriense no carácter e no estilo, ainda que suficientemente diferenciado para se perceber a mão e o espírito de quem o projectou.

Ultreia 2008

39,50 € 31,60 €

Portes grátis para Portugal e Espanha continentais, em compras superiores a 50€.

O nome do vinho é galego, o enólogo é galego, mas o vinho é profundamente duriense no carácter e no estilo, ainda que suficientemente diferenciado para se perceber a mão e o espírito de quem o projectou. O nome Ultreia, palavra estranha e pouco intuitiva, é um vocábulo galego de ânimo dos tempos antigos, sobejamente conhecida por todos aqueles que se lançaram na aventura do caminho de Santiago, uma palavra continuamente gravada nos muros que bordejam o caminho, incentivando a continuar a peregrinação até ao destino. Ultreia que se transformou num dos nomes predilectos de Raúl Peréz para reconhecer os projectos em que se envolve de forma mais activa e apaixonada, naquele que hoje é unanimemente considerado com uma das referências indispensáveis de Espanha, o grande ideólogo dos vinhos do nordeste de Espanha, a região coqueluche do momento na grande cena dos vinhos internacionais.

 

Raúl Peréz, reservado e meditativo, um pouco excêntrico nas suas opções, conseguiu, apesar do seu ar de anti-herói, transformar-se na grande figura internacional de Espanha. Os seus vinhos de garagem têm sido elogiados até à exaustão por nomes tão díspares quanto Robert Parker, Jancis Robinson, Wine Spectator ou El Mundo Vino, transformando tudo aquilo que toca em ouro, oferecendo vinho que são avidamente disputados por coleccionadores do mundo inteiro. Agora, a convite de Dirk Niepoort, decidiu fazer um vinho no Douro, socorrendo-se de duas vinhas velhas de castas misturadas, apresentando este Ultreia 2008, um vinho austero e profundo, preciso e rigoroso, duro e intransigente. Sim, não é um vinho para principiantes ou amantes da fruta gulosa. Rijo e imperial na estrutura óssea, carnudo e musculado, consegue ser simultaneamente seco e suave, rígido e sedoso, tenso e dócil, terminando amplo e interminável. Pode deixá-lo a descansar na garrafeira que ele não se vai incomodar durante os próximos 15 a 20 anos!




Especificações

Mais Informações
Tipo Tinto
Capacidade 750ml
País Portugal
Região Douro
Produtor Niepoort Vinhos
Colheita 2008
Teor Alcoólico 14.5%
Enólogo Raúl Peréz
Combinações Caça, porco assado e cogumelos

Escreva o seu comentário

Está a avaliar:Ultreia 2008
Sua Avaliação
Nome
Resumo
Avaliação