Mostrar sidebar

Matthew McConaughey em “o vinagre do bilionário”

por Filipe Silva em

Em 2008, a célebre história das garrafas de Château Lafite 1787, apresentadas como tendo pertencido ao presidente americano Thomas Jefferson e vendidas pela leiloeira Christie, deu um dos livros mais vendidos nos Estados Unidos. Na altura, a Sony adquiriu os direitos do romance de Benjamin Wallace e a adaptação ao cinema de “O Vinagre do Bilionário: mistério da garrafa mais cara do mundo” está a ser preparada há anos por Michael Brandt e Derek Haas (responsáveis pelos textos de filmes como “Os Indomáveis”).

O caso, já abordado pelo WineWorld, remonta a finais de 1985, quando a prestigiada leiloeira Christie's vendeu a Malcom Forbes uma garrafa de Château Lafite 1787, por 156 mil dólares. Forbes deixou-se seduzir pela antiguidade da garrafa que teria supostamente pertencido ao terceiro presidente norte-americano, Thomas Jefferson [o vinho tinha gravadas as iniciais "Th. J"], o qual foi embaixador em França, entre 1784 e 1789, e um renomado apreciador. 

Por trás da fraude estava Hardy Rodenstock, o alemão conhecido por promover degustações milionárias, que alegadamente encontrou as garrafas em Paris. Apesar das suspeitas levantadas ao longo dos anos, Rodenstock vendeu 4 garrafas ao magnata da energia Bill Koch, que pagou mais de meio milhão de dólares pelas falsificações. Quando a Fundação Thomas Jefferson recusou reconhecer a autenticidade do vinho, Koch decidiu investigar, recorrendo a detetives privados, alguns ligados ao FBI. Uma cruzada onde gastou quase o dobro do valor que pagara a Rodenstock. Mas, no final as suspeitas confirmaram-se e a história deu brado. Chega então agora ao grande écran, com o “oscarizado” Matthew McConaughey no papel principal.

ENTREGAS ENTRE 1 A 2 DIAS ÚTEIS A PARTIR DA DATA DE PAGAMENTO DA SUA ENCOMENDA.
Portes Grátis para encomendas acima de 50€ para Portugal e Espanha Continentais
Carrinho cart 0