O seu carrinho

O seu carrinho de compras está neste momento vazio.

Continuar a Comprar

Total do carrinho €0,00


O copo de Olivia Pope

Mar 03 , 2015

O copo de Olivia Pope

Um desenho simples, redondo, de vidro eslovaco soprado à mão, por encomenda da americana Crate&Barrel, é o inseparável companheiro da protagonista. Sem falas mas com constantes aparições em grande plano, o copo tornou-se uma das estrelas do elenco. Ainda que ela, a personagem principal Olivia Pope (desempenhada pela atriz Kerry Washington), mal saiba segurar no dito cujo… tem por hábito terminar os seus dias de stress saboreando uma generosa dose de vinho tinto. Ora, na série, não faltam a Olivia motivos de stress, namorando um homem casado, com um pai agente secreto e uma mãe terrorista. Para não falar no trabalho como corretora na capital americana, ou seja, raro é o dia que Olivia não acaba de copo na mão.

Resultado, quem for ao Twitter terça-feira à noite e procurar o “hashtag” Scandal, pode verificar que há milhões de utilizadores, ou melhor utilizadoras, comentando a série enquanto assistem. Mais importante, milhares desses “tweets” mencionam o vinho que os telespectadores também bebericam e muitos deles fazem-no segurando um copo em particular: o copo de Olivia Pope. Designado copo Camille, no portfolio da Crate&Barrel.

Desde a estreia em 2012, “Scandal” é um daqueles fenómenos de audiências em que a televisão americana é pródiga, incluindo nesse fenómeno a paixão da protagonista pelo vinho. Inclinação que uma audiência fiel de domésticas parece tomar à letra, vivendo e partilhando dessa forma os dramas da personagem. De costa a costa, um dos aspetos curiosos que caracteriza o assistir à série, seja individualmente ou em grupo, é precisamente o ato de acompanhar cada episódio saboreando um vinho tinto. Venham os especialistas de marketing explicar isto, mas, muito mais importante do que saber que vinho Olivia ou os telespectadores apreciam, o denominador comum, o verdadeiro elo de união com o pequeno écran, é o copo. O copo de Olivia!


Resultado, já por diversas vezes o produto desapareceu das prateleiras, esgotando consecutivamente. Tendência muito mais vasta do que os habituais nichos de apreciadores evoluídos, aqui trata-se do grande público, consumidores que provavelmente nem eram apreciadores de vinho. Muito menos conhecedores. Certo é que os fãs da série assimilaram a mensagem de um recipiente específico para tintos, a necessidade de um copo de melhor qualidade, ou tão simplesmente gostam do estilo e imagem que o copo transmite.

Vicky lang, relações públicas da Crate&Barrel afirma “o copo Camille esgotou diversas vezes nos últimos 2 anos, apesar dos esforços e pressão junto do fabricante para aumentar a produção e reforçar as encomendas o mais depressa possível.” O que não evitou algumas ruturas de stock. Para se ter uma ideia, entre Setembro de 2012 e Maio de 2013, nos primeiros meses da série, as vendas quadruplicaram. Depois, até ao final desse ano, mais do que quadruplicaram e desde então não pararam de crescer.
“No passado mês de Dezembro, a venda mensal do copo Camille atingiu o valor mais elevado de sempre, superando todas as expectativas e provocando nova rutura de stock”, explica aquela responsável. Um sucesso comercial “escandaloso”! Com a Crate&Barrel a tentar capitalizar, prometendo desde já aos fiéis da série a reposição do fornecimento para Abril.

Assim a cadeia ABC prolongue a exibição do seriado, pois não há, na história da televisão, registo de semelhante impacto na venda de copos de vinho. Por mais que nos afadiguemos a gabar as qualidades dos Riedel, Schott Zwiesel ou Spieglau das nossas vidas, pôr o grande público a correr atrás de um produto tão específico do vinho é algo tão invulgar quanto fenomenal.

A carregar
Obrigado por subscrever!
Portuguese (Portugal)