O seu carrinho

O seu carrinho de compras está neste momento vazio.

Continuar a Comprar

Total do carrinho €0,00


Rússia proíbe importação de 3 vinhos californianos

Aug 19 , 2015

Rússia proíbe importação de 3 vinhos californianos

O Serviço Federal Russo de Defesa dos Direitos dos Consumidores e Bem-estar Humano (Rospotrebnadzor) proibiu esta segunda-feira a importação de três vinhos produzidos nos EUA, após terem sido identificados substâncias potencialmente nocivas.

Um tinto seco (Gyser Peak Merlot), um branco suave (Crane Lake Moscato) e um branco meio seco (Gnarly Head Chardonnay): foram estes os três vinhos que foram proibidos de serem comercializados e importados para a Rússia, depois de a Rospotrbnazdor ter identificado substâncias nocivas na sua composição.

Como foi explicado num comunicado oficial pela entidade Russa o vinho branco meio seco continha “ftalatos em quantidade exagerada”, os quais atacam o fígado, rins e pulmão, para além de ser nocivos para o sistema reprodutivo humano.

Nos outros dois vinhos foi detetada presença excessiva de bifenazato (pesticida usado por produtores para combater pragas como os ácaros), que pode também ser bastante nocivo para a saúde humana.

Estes três vinhos foram assim retirados das lojas na Rússia e a sua comercialização no país deixou de ser permitida: esta entidade adiantou que irá reforçar o controlo, de forma a garantir que os vinhos não circulam no mercado Russo.

Os três produtores dos vinhos são originários da Califórnia, a principal região Vinícola dos EUA, que não tem uma legislação muito definida relativamente ao uso destes produtos. 

A carregar
Obrigado por subscrever!