O seu carrinho

O seu carrinho de compras está neste momento vazio.

Continuar a Comprar

Total do carrinho €0,00


Vinho de Kate Hudson no farmville

Jan 02 , 2015

Vinho de Kate Hudson no farmville

Abrimos com uma pergunta: em termos de género e idade, quem julga ser o público alvo, os principais utilizadores, da popular aplicação que pulula nas redes sociais? Guarde a resposta para o final, pois pode não ser tão simples como parece à primeira vista. À medida que o ecossistema da plataforma Facebook vai crescendo e diversificando, o marketing acompanha a complexidade da rede…

Esta história até podia ter um início banal – filha de produtor lança o seu próprio rótulo – se o produtor não se chamasse Kurt Russell, padrasto da criança em causa, a não menos conhecida Kate Hudson. Seguindo as pisadas de Russel, em 2011, Kate e o namorado (Matthew Bellamy, vocalista e guitarrista dos Muse) foram falar com os enólogos do padrasto, Peter e Rebecca Work, para os ajudar a criar uma gama de vinhos a partir das suas castas preferidas. Nascia assim a Hudson Bellamy Wines. Começou com um rosé de Syrah, na colheita seguinte adicionaram um Sauvignon Blanc e por último um Pinot Noir, o topo de gama da casa, chamado “Common Ground” e vendido a 50 dólares a garrafa. Vinhos disponíveis no site da adega, em algumas garrafeiras californianas e, agora também, no popular jogo social Farmville.

Depois de algumas jogadas promocionais, como anunciar que as vendas revertiam para a fundação da mãe (Goldie Hawn), uma organização de apoio a crianças em zonas de guerra, Kate aumentou a aposta e negociou com a Zynga, produtora do Farmville, a colocação da adega e dos vinhos na nova edição do jogo, o Farmville 2 Aventuras no Campo. Incluindo o avatar da própria atriz em versão rural… de tranças, jardineiras e galochas. "E pensar que terei de andar assim na vida real!” Pode ler-se no Instagram de Kate Hudson.

Pois bem, tanto o desabafo como a utilização destas plataformas, pouco tem de inocente. Na realidade, o apelo, ainda que virtual, aos sedentos utilizadores de redes sociais como o Facebook, tem em conta quem vai querer vindimar, vinificar e… beber uma garrafa de Hudson Bellamy! A partir dos dados de uma agência norte-americana, é interessante verificar como os utilizadores se repartem pelas diferentes aplicações, tanto em género como por idades. Uma divisão muito mais complexa e específica, caso a caso, das 18 aplicações e jogos mais populares do Facebook. O desenvolvimento da rede social, há muito deixou para trás a genérica classificação “jovem e do sexo feminino”, que se aplicava aos utilizadores das aplicações.



Voltando à nossa história, no caso do Farmville, a “App” social da Zynga que há meses se mantém no top das mais populares, a frequência por género é até bastante equilibrada. Só nos últimos tempos a audiência se decantou para o lado feminino, atingindo os 57,9%. O “dossier” da agência Mediabistro para o Facebook, confirma que é, de facto, a aplicação social favorita das donas de casa de meia idade. Ora, basta pensar quem maneja o cartão das compras lá em casa, para se perceber o porquê da aposta.


Mas não é só. As mesmas pesquisas demonstram que não são elas as únicas viciadas no jogo, pois do lado masculino a audiência também atinge faixas etárias mais elevadas que outras aplicações. Por exemplo, uma aplicação de pendor tão masculino como um jogo de poker, perde claramente para o Farmville nas faixas etárias que compram mais vinho…  E a colocação de um rótulo entre jogadores de cartas pode afinal não ser tão eficaz como a jovem adegueira, de tranças e galochas. Dito de outra forma, o que parecia um piscar de olhos à geração X ou até Y (para o vinho, quase sempre apostas de retorno duvidoso), é sim uma jogada bem planeada e direcionada. Comparando a utilização por idades, o jogo Farmville oferece uma percentagem muito mais substancial de utilizadores nas faixas dos 26-35 e dos 36-45, que os restantes títulos analisados.

Quanto à pergunta inicial, se não teve de refazer a sua resposta depois de ler, acredite, sabe mais do que o autor do artigo!

A carregar
Obrigado por subscrever!