O seu carrinho

O seu carrinho de compras está neste momento vazio.

Continuar a Comprar

Total do carrinho €0,00


O brilho da simplicidade

Feb 25 , 2015

O brilho da simplicidade

O espaço diz tudo: uma típica cave empedrada, centenária, no coração da Ribeira do Porto, onde o vinho corre sem gravata. Vinho que respeita a terra e os terroirs, as vinhas e as uvas, as pessoas e as tradições. Se dúvidas restassem, a lista de produtores acaba com elas: apenas algumas dezenas de nomes selecionados, todos representando vinhos de exceção, daqueles que desde o início preenchem as escolhas do Winept! Um total de 38 produtores que na próxima sexta e sábado, dias 27 e 28, partilham os seus rótulos com apreciadores que os seguem há muito. Apreciadores evoluídos que constituem, também eles, um público alternativo, sempre em busca de vinhos especiais, marcados pela individualidade.

É o que, no meio, se convencionou chamar “salão off”, uma mostra de nicho em paralelo com grandes eventos do sector. Acontece em Bordéus, com a Vinexpo, em Verona, com a Vinitaly, e em Dusseldorf, com a Prowein. Felizmente o fenómeno chegou ao Porto, proporcionando uma alternativa à popular Essência do Vinho, onde afluem largos milhares de visitantes (no vizinho Palácio da Bolsa).

No Simplesmente Vinho estão néctares do Douro ao Alentejo, do Minho à Madeira, aos quais se juntam ainda quatro “bodegas” espanholas. Vinhos com carácter próprio, como os verdes Aphros, Quinta da Palmirinha ou Quinta da Covela. Dirk Niepoort mostra os seus “Projectos” bairradinos a par de Luís e Filipa Pato e ainda Mário Sérgio com o seu Quinta das Bageiras.

O Douro junta rótulos como o Muxagat, Conceito, Mapa, Olho no Pé, e as quintas do Infantado, Vale de Pios, do Romeu e de Vale da Figueira. Único é também o branco Vital que Marta Soares produz em Vale Figueira, na serra de Montejunto. Em representação da região de Lisboa, estão os Quinta da Serradinha e Vale da Capucha.

Quinta da Pellada, Lagar de Darei, António Madeira, Casa de Mouraz e Terras de Tavares mostram o potencial do Dão, enquanto a diferença no Alentejo é dada a provar com o inimitável Miguel Louro, da Quinta do Mouro, e o Dominó, do chefe Vítor Claro. Entre outros nomes irreverentes como o grupo dos Young Winemakers (Vadio, Hoby, Camaleão e Clip), ou os Cheios de Sede.

Para vinhos deste quilate, os petiscos também são de autor: Rui Paula (DOP), Joana Vieira (Delicatum, Braga), Luís Américo e Miguel Morais (Casa Ribeiro), Cristovão de Oliveira e Sousa (ODE), Ricardo Coelho (Chef Coelho) e Vítor Claro (Claro!) encarregam-se de fazer com que os rótulos tenham companhia à altura. A exemplo das duas primeiras edições e a reforçar o ambiente descontraído e informal, o Simplesmente brinda-nos de novo com música: por lá estarão as bandas Leo Parda e Daltónicos (sexta) e Thee Magnets (sábado).

A entrada custa 8€, com direito ao copo oficial para prova; petiscos e concertos incluídos no preço, como informa o site do evento.




Lista de produtores:

Espanha: Alberto Nanclares, Bodegas Nanclares | Alfredo Maestro, Bodegas Alfredo Maestro | José Luis Aristegui, Bodega José Aristegui | Miguel Alfonso, Adega Pedralonga.

 

Minho: Fernando Paiva, Quinta da Palmirinha | Tony Smith, Quinta de Covela | Vasco Croft, Aphros.

 

Douro: João Roseira, Quinta do Infantado | Joaquim Almeida, Quinta Vale de Pios | Mateus Nicolau de Almeida, Muxagat | Rita Marques, Conceito | Tiago Sampaio, Olho no Pé | João Hoelzer, Quinta de Val da Figueira | Pedro Garcias, Mapa | João Menéres, Quinta do Romeu.

 

Dão: Álvaro e Maria Castro, Quinta da Pellada | António Madeira, António Madeira | João Tavares de Pina, Terras de Tavares | Carlos Ruivo, Lagar de Darei | Christelle & Casimir, Fonte de Gonçalvinho | Sara & António, Casa de Mouraz.

 

Bairrada: Dirk Niepoort, Quinta de Baixo | Filipa Pato, Filipa Pato | Luís Pato, Luís Pato | Mário Sérgio Nuno, Quinta das Bágeiras.

 

Lisboa: António Marques da Cruz, Quinta da Serradinha | Pedro Marques, Vale da Capucha.

 

Alentejo: Miguel Louro Quinta, do Mouro | Vitor Claro, Dominó | João Afonso, Cabeças do Reguengo.

 

Madeira: Ricardo Diogo, Barbeito

 

Portugal: Cheios de Sede, Morangueiro | Young Winemakers, Vadio Hobby Camaleão Clip | Luis Seabra, Luis Seabra | Luísa Sarmento, Skrei

 

Restaurantes: Joana Vieira, Delicatum (Braga) | Luís Américo & Miguel Morais, Casa Ribeiro | Rui Paula, DOP | Cristovão de Oliveira e Sousa, Ode | Ricardo Teixeira Coelho, chef Coelho | Vitor Claro, Claro! (Paço de Arcos)

A carregar
Obrigado por subscrever!